16 de abril de 2018


“Saudai a Trifena e a Trifosa, as quais trabalham no Senhor. ” Rm 16:12

Interessante ver Paulo cumprimentar essas mulheres que segundo a história eram gêmeas e isso deixa o texto ainda mais interessante. Sabe porquê?
* Porque o fato de serem gêmeas não anula suas individualidades.
* Porque o fato de serem gêmeas não anula suas preferências. 
* Porque mesmo sendo gêmeas não eram seres iguais, embora por fora iguais, por dentro indivíduos diferentes.
* Porque o fato de serem irmãs revela a mesma paternidade assim como eu e você, embora diferentes filhos do mesmo PAI ETERNO.

Você deve estar si perguntando o que isso tem a ver? Lendo sem analisar o texto, NADA. Mas, meditando no que Paulo diz “as quais trabalham do Senhor”, TUDO.

Vou te explicar.
Paulo reconhece nessas mulheres a sua UNIDADE, que embora eram iguais no aspecto físico, mas diferentes em seus comportamentos e cosmovisões, por serem indivíduos únicos, colocam suas preferências de lado para trabalhar na seara do Mestre. Por essa razão Paulo usa a expressão “as quais trabalham no Senhor”.
Elas entenderam:
Que no REINO não existe o que eu penso, mas sim o que a BIBLIA pensa.
Que no REINO não existe o que eu gosto, mas o que a BIBLIA gosta.
Que no REINO toda a preferência e individualidade e colocada de lado em prol de um objetivo maior: A GLORIA DE DEUS.
Essas mulheres revelam o que é unidade, a essência da unidade, que não busca satisfazer-se, promover-se, deixando suas preferencias de lado para unir-se a alguém diferente para trabalhar juntos “NO SENHOR”. O vínculo está aqui “no Senhor”, tudo nos uni quando estivermos trabalhando Nele e para Ele.
Aprendamos com Trifena e Trifosa que nos ensina o que é UNIDADE, que embora iguais por fora (gêmeas), diferentes por dentro (indivíduos), deixaram suas individualidades de lado para unir-se uma a outra para trabalhar e glorificar ao Senhor.
Somos defeitos melhorados uns nos outros. Precisamos uns dos outros para que quer comais quer bebais, ou façais, qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus.
Alexandre Pitante.

14 de abril de 2015

Restaurando a Saúde Espiritual

Texto: Lc 4.38,39

Introdução

Esse texto apesar de ser um texto literal traz algumas lições espirituais importantíssimas. No texto Jesus sai da sinagoga e vai à casa de Pedro. E entrando na casa, encontra a sogra de dele enferma, a bíblia não menciona que tipo de enfermidade, mas relata um sintoma bem comum oriundo de algum vírus ou infecção pelo corpo, a febre.
Na verdade, a febre não é uma doença; é uma reação do organismo contra alguma anomalia. Na verdade a febre pode ser o sinal de alerta de uma doença que precisa ser tratada com rapidez.

O que é a FEBRE?

A febre é um descontrole de temperatura do corpo por uma área de cérebro chamado HIPOTÁLAMO, que é uma espécie de TERMOSTATO do organismo, que controla entre 36 a 36,7 graus de temperatura corporal, mas quando somos infectados por algum vírus ou há alguma área do nosso corpo está infeccionado o HIPOTÁLAMO manda uma mensagem para o corpo todo alterando a nossa temperatura corporal causando FEBRE. Assim, dizendo que algo de errado está acontecendo. Isto é um sinal de alerta!

Quais as características da FEBRE?

Embora não seja uma doença e sim um sintoma, traz consigo no seu bojo algumas características peculiares, tais como: dores musculares, nas juntas, dor de cabeça, fraqueza, frio, apatia, irritabilidade, indisposição, perda de apetite, boca seca, desidratação ou sudorese.
Já disse no inicio que existem lições espirituais nesse texto, sendo assim, quero contextualizar para poder extrair os ensinamentos dele. Para tanto, quero nomear três aspectos da FEBRE:

      1. Sudorese ou Suor demasiado.

O febril soa demais, esta sempre com aparência de cansaço. Quando na verdade este suor não é fruto do trabalho, mas da enfermidade.
Aplicações: o suor resulta na desidratação ou perca de liquido pelos poros do corpo. E o que é suor? Suor é H²O com Cloreto de Sódio (Agua e sal). Elementos simbólicos na bíblia: Agua símbolo da PALAVRA e Sal símbolo do tempero da vida cristã o ESPIRITO SANTO.

      2. Frio ou a falsa sensação de frio.

O febril sente frio aonde não existe. A temperatura pode estar elevada que ainda assim o febril esta com frio.
Aplicações: Isto fala-nos da frieza espiritual na vida do cristão. A reunião espiritual pode ter sido uma benção, calorosa espiritualmente, entretanto o febril diz que foi fria e gelada. Se você esta com FEBRE
Então precisa se tratar. (Salmo 42).

       3. Indisposição

O febril só quer ficar deitado, indisposto pra tudo.
Aplicações: Perceba que Jesus ao entrar na casa de Pedro, Mateus diz que ela estava acamada, Marcos que esta deitada e Lucas diz que Jesus se inclina para ela, todas as afirmações indicativas que estava indisposta. A FEBRE trouxe a indisposição de maneira que aquela mulher não conseguia fazer nada, ou nenhuma tarefa domestica.

Como ser curado da FEBRE Espiritual?

       1- Ter um bom agente intercessor.
Pedro foi o agente intercessor de sua sogra, diz o texto: “e rogaram-lhe por ela”, ou seja, intercederam por ela e o líder desta intercessão foi o seu genro, a pessoa mais chegada entre os discípulos.
Quem é o teu agente intercessor? São os homens, ou o ESPIRITO SANTO Romanos 8:26.

       2-Jesus precisa entrar!
A bíblia diz que Jesus entra na casa (“entrou em casa de Simão; e a sogra de Simão estava enferma com muita febre” v.38) e vai ao aposento em que a sogra de Pedro estava. Não sabemos ao certo se no quarto ou não, o fato é que Jesus entra para trazer restauração. A cura ou a restauração só virá quando Jesus entrar. Quando Jairo rogou a Jesus por sua filha, Jesus foi até a sua casa e entrou para trazer restauração Lc 8.41.

       3- A enfermidade precisa ser repreendida!
Jesus repreendeu a enfermidade, pois sabia que a FEBRE era gerada por ela, embora na concepção de Lucas Jesus tenha repreendida a FEBRE por achar que ela era a enfermidade. Mas Cristo sabia que a febre é só um sintoma, e com seu poder expeliu a infecção ou o vírus causador da febre.

Muitos infectados com algum tipo de vírus estão febris, mas negam suas enfermidades espirituais, mas na verdade todos sabem qual é a enfermidade que gera a febre e esses sintomas peculiares em sua vida.

·         Aquela mágoa no teu coração.
·         Aquela murmuração desenfreada que não sai da tua boca.
·         Aquela companhia mundana que corromperam seus bons costumes.
·         Aquela desobediência à liderança pastoral.
·         Foi infectado pelo vírus da ingratidão que gerou febre na tua alma.
·         Foi infectado pelo vírus da autossuficiência que gerou uma febre de arrogância na tua alma.
E tantos outros vírus que infectaram a vida de muita gente que estão com sintoma de febre.

*Mas Cristo que restaurar a nossa saúde espiritual.

*Não há como viver uma plena comunhão com o PAI se estivermos doentes.

*Mas Deus quer se relacionar conosco, para tanto precisamos deixar Jesus entrar em nossa casa e restaurar nossa saúde e nos colocar de pé.

Qual foi o resultado da restauração da Saúde da sogra de Pedro?

*Ela servia-os.
Quem esta doente não serve.
Quem esta febril não serve.
Quem esta indisposto não serve.

O termo usado por Lucas para dizer que ela servia foi “DIAKONUS” que significa um tipo de servidor ou diácono.

Conclusão

Que Deus possa restaurar nossa saúde para que possamos voltar a sermos servos.

31 de março de 2015

Acertando o alvo


Texto: “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” Sl 119:11

Introdução

O salmista esconde algo em um local (depósito) para um objetivo, o de não pecar. Ele sabe que a PALAVRA precisa ser escondida porque é algo que tem valor, sendo assim armazena em um esconderijo (depósito).

O que ele esconde, aonde esconde e porque esconde são perguntas que devemos responder a luz do texto bíblico. 

          1- O que ele esconde?
          A palavra de Deus. Pois era uma PRECIOSIDADE para sua vida.

          2- Aonde ele esconde?
          No coração, é aonde se guarda valores (Mt 6.21/Lc 12.34). O coração é o deposito de valores espirituais e emocionais.

          3- Porque ele esconde?
          Para não pecar contra o Senhor.

O Salmista tem uma preocupação, o de não pecar, e pra ele isso é importante, sabia que é a palavra que nos impõe limites e princípios morais e éticos de vivencia.
Mas, o que é pecar? Pecar é a transgressão de uma lei do Hebraico è Hãtã’: verbo que indica errar, faltar, desviar, réu de crime. Mas o seu significado central é ERRAR O ALVO. Já no Grego è Hamartia: ofender, pecar, transgredir, em sentido geral também é ERRAR O ALVO e não desfrutar do premio.

Então porque pessoas erram? Simples, porque não tem alvo, metas e objetivos definidos.

Como não errar o alvo (pecar)?

            ·         Tendo a palavra como prioridade e atuando em minha vida. Sl 130.5, Sl 56.10, Sl 119.105
            ·         Estabelecendo prioridades em minha vida. Mt 6.33
            ·         Olhando sempre para o alvo e não desviando meu foco. Hb 12.2
            ·         Esperando pelo premio, sabendo que se eu alcançar o alvo ou não errar o alvo eu tenho um premio a conquistar. Fp 3.14, 1Co 9.24 Exemplo negativoè Balaão 2Pd 2.15, Jd 11

Conclusão

Deus através de sua Palavra nos ensina como lutar contra o pecado (errar o alvo). O que precisamos é estar atento a sua voz e obedece-la incondicionalmente. Devemos observar três regras básicas para não errarmos o alvo:
       1- O ALVO do cristão não pode ser outro se não a CRISTO,
       2- As PRIORIDADES do cristão não pode ser outra se não o REINO,
       3- A META do cristão não deve ser outra se não o CÉU.



Pr. Alexandre Pitante. 

9 de outubro de 2014

Por isso se chamou o seu nome Babel...

Babel. Oh, Babel... Com certeza você já ouviu falar da historia desta grande torre?

Eu vou lhe contar como tudo aconteceu. Foi uma tremenda confusão!

Em gênesis capitulo onze a bíblia conta que alguns homens encontraram um grande vale na terra de Sinar e tiveram uma aparente brilhante ideia, construir uma cidade neste vale e no meio da cidade uma GRANDE TORRE, que serviria de referencia para quem avistasse a cidade, até aí tudo estava bem, a motivação estava correta, unidos em torno de um só objetivo, todos falavam a mesma língua, literalmente a mesma língua, no falar, no pensar, no comunicar, no agir, no executar as tarefas, mas quando esses homens liderados por Ninrode decidiram construir esta torre até tocar os Céus foi aí que esse projeto estava chegando ao fim.

Deus, conhecedor de todas as coisas, sabia que os homens estavam tentando chegar ao CÉU com seus próprios esforços. Deus desce a terra para impedir o êxito desse projeto, não queria que eles chegassem ao céu por uma torre, e sim que eles entendessem que ao CÉU só se chega pela sua graça.

Foi neste momento que Deus os confundiu colocando idiomas diferentes em cada pessoa, haja vista que naquela época todos falavam a mesma língua, ficaram incomunicáveis, um sem entender o outro, cada um falava uma língua que o outro não entendia, e com isso o projeto não pode continuar. Alias, projeto nenhum no mundo pode continuar sem que as pessoas envolvidas falem a mesma língua, até porque através da linguagem nós formamos nossas ideias imaginativas, construímos possibilidades e convocamos outras pessoas para nos ajudar a torná-las em realidade. As palavras precedem o trabalho. Não foi um problema técnico que impossibilitou a continuação da construção da Torre de Babel, mas a inabilidade de se comunicar.

Foi uma confusão só! Cada uma falava e fazia o que bem lhe parecia, e assim nada progride. Se aplicarmos as lições desta historia para as nossas vidas entenderemos que todos devem falar a mesma linguagem para que possamos alcançar sucesso. Na nossa CASA ou na nossa IGREJA, devemos falar a mesma linguagem com os nossos pais, irmãos, familiares, lideres, irmãos em cristo.

Na torre de babel os envolvidos no projeto deixaram de falar a mesma língua, hoje, muitas pessoas em muitos lugares como igrejas e famílias deixaram de falar a mesma linguagem. E qual a diferença entre esses dois termos, língua e linguagem? Vou lhe dizer! A íngua reporta-nos ao idioma, o nosso português por exemplo, agora, linguagem fala de ideia, conceitos e convicções, as vezes falamos a mesma língua, mas com linguagens fundamentadas em conceitos totalmente diferentes, e isso gera um grande problema para nós hoje, que é a falta de unidade na comunicação.

Babel significa confusão, quando não se fala a mesma linguagem à confusão é certa. A falta de unidade na comunicação gera confusão, contenda, guerras, discórdias, intrigas, tudo isso por não falarmos a mesma língua. E se em todos os lugares do mundo haver guerras, confusões, contendas, existem dois lugares que precisam haver paz na minha vida que são: a IGREJA e a MINHA CASA, enquanto todos estiverem em guerra, dentro da igreja que estou servindo ao Senhor ou dentro do meu lar entre os meus familiares devem haver PAZ.

A palavra de Deus nos ensina que a igreja primitiva tinha tudo em comum, isto é, falavam a mesma linguagem. Não haverá paz na igreja se cada membro dela falar uma linguagem diferente do outro, da mesma forma dentro do meu lar, se os filhos se comunicarem diferentes dos pais e os pais diferentes dos filhos, haverá uma torre de babel sendo instaurada dentro deste lar, ou seja, uma confusão. Mas quando comunidades cristãs e famílias entenderem que não só a língua (idioma) deve ser a mesma, mas também a linguagem (ideias) devem ser a mesma, aí então estes dois lugares sagrados pela palavra de Deus e seus participantes experimentarão a maior de todas as experiências de paz que alguém pode ter, gerado pelo AMOR na unidade do Espirito que é o vinculo da PAZ. 

Nos laços do Calvário,


Pr. Alexandre Pitante

18 de novembro de 2013

A MATEMÁTICA DE DEUS

0x0= 0
0x1= 0
0x2= 0
0x3= 0

Enfim... Toda a multiplicação por zero é zero. Isso é matemática básica. Nenhum matemático conseguira multiplicar qualquer numero por zero e que o resultado não seja ZERO.

Agora, eu conheço um SER que consegue...

Sabe quem é ELE?

"Dá força ao cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor". Is 40:29

Funciona assim, você chega diante de DEUS sem nenhuma força (Sl 71.9), cansado mesmo, quebrado, rebentado, sem nenhum vigor, ai o DEUS que você serve pega o NADA (você) multiplica pelo TUDO (DEUS) e adivinha o resultado, eu vou lhe dizer o resultado:

1 - Um homem mata mil soldados filisteus com uma queixada de jumenta. Jz 15.16
2 - Um homem mata oitocentos soldados de uma vez só. 2 Sm 23.5
3 - Trezentos homens sem lutar venceram quinze mil soldados. Jz 8.3
4 - Quatro leprosos assustam os assirios com o simples andar. 2 Rs 7.6

Enfim... a lista de multiplicações é grande.

Existem inúmeros exemplos na bíblia de pessoas que não tinham força alguma, seja ela, física, moral, intelectual ou financeira e o SENHOR trouxe a partir do nada o TUDO para a Gloria do Santo nome de Jesus e Vitoria de seu povo.

Pois ELE multiplica do nada para trazer a existência o TUDO,

Pois, ELE chama as coisas que não são como se já fossem. Rm 4:17

Porque, graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Co 15:57

ELE vai multiplicar o seu nada e trazer toda sorte de BENÇÃOS para sua vida.

CREIA,

Nos Laços do Calvário,

Pr. Alexandre Pitante.
Related Posts with Thumbnails